Chakras são centros de energias em círculo ou roda, do corpo humano. Existem chakras principais e secundários, os principais são sete:


1°- Chakra - Raiz ou Básico - Localizado entre a zona genital e o cóccix, irradiando a energia verticalmente para baixo. O centro da raiz reflecte o grau com que nos sentimos ligados à terra ou com que executamos nossas actividades, mantendo os pés no chão. Representa o elemento Terra e reflecte-se nos aspectos mais densos ou vibracionalmente mais inferiores do ser. Está ligado aos instintos primários de sobrevivência. Está relacionado com os sentimentos básicos de medo, de ferimentos físicos e é o principal agente motor de assim chamada resposta de fuga ou luta. É por causa dessa relação com a sobrevivência que alguns textos esotéricos associam o chakra raiz às glândulas supra‑renais, a principal fonte de adrenalina para o corpo nos momentos de estafa. Concentração de energia excessiva neste chakra, faz com que a pessoa apresente uma índole um tanto selvagem. Abrange os rins e supra-renais.
A sua cor é o vermelho. E está relacionado com a quantidade de energia física e com a vontade de viver e com a sede de Kundalini, senso da realidade.
 

 

2°- Chakra - Esplénico ou Sexual - Localizado entre o osso púbico e o umbigo, irradiando horizontalmente para as costas. Abrange os órgãos sexuais, bexiga, intestino grosso e delgado, apêndice e vértebras lombares. A sua cor é o laranja. Relacionado com a quantidade de energia sexual e emocional. Representa o elemento Água.

Disfunções neste chakra podem provocar colites, síndromes de irratibilidade nos intestinos, tumores na bexiga, má absorção de nutrientes pelo intestino delgado, vários tipos de disfunção sexual, prostatite e dores lombares.

 

3°- Chakra - Plexo solar- Localizado na zona do estômago. Abrange o estômago, baço, pâncreas, fígado e vesícula biliar, vértebras lombares, aparelho digestivo, irradiando horizontalmente para as costas na zona lombar. A sua cor é o amarelo. Associado aos relacionamentos humanos, com quem é no Universo e com o poder pessoal. A dominação, a cólera e a tendência para maltratar os outros também podem ser associados a um funcionamento anormal do centro do plexo solar. Representa o elemento Fogo. De facto assemelha-se a um Sol em miniatura, queimando energias libertadas pela oxidação química dos alimentos, durante o processo de digestão; uma espécie de fogo interior. Se a chama interior não estiver bem regulada, ele pode efectivamente fazer um buraco na parede dos órgãos associados ao chakra, como no caso das úlceras no duodeno. O centro do plexo solar também é a sede de cólera, de agressão e de outras emoções. Se as questões relativas a esse chakra não estiverem conscientemente resolvidas, a pessoa poderá ver-se ás voltas com um conflito interno, o que daria origem a uma preocupação com a dominação e com o controle sobre outras pessoas. A questão, nesse caso, transforma-se num conflito entre dominação e submissão. Assim, a pessoa que se preocupa ou se apega demasiadamente às lições do centro do plexo solar, pode tornar-se tirânica devido à sua aparente agressividade e presunção ou, pelo contrário, transformar-se numa pessoa covarde, tímida e submissa.

 

4º- Chakra - Coronário ou Coração - Localizado no centro do esterno. Abrange o sistema circulatório, pulmões, diafragma e timo, irradiando horizontalmente na zona dorsal. A sua cor é verde. Associado à sua maneira de expressar o amor e compaixão. O chakra cardíaco proporciona energia nutritiva subtil aos tubos brônquicos, pulmões e seios e ainda influencia a função de todo o sistema circulatório. Este chakra simboliza o elemento Ar. É considerado um chakra de transição e serve de intermediário entre as energias terrenas inferiores e as energias espirituais superiores. Quando o indivíduo passa a ter maior capacidade de amar incondicionalmente a si e aos outros, o chakra cardíaco começa a tornar-se mais aberto, à medida que aumenta o seu fluxo de energia nutritiva para os órgãos que ele abastece.

O desenvolvimento dos sentimentos de compaixão e empatia pelos outros é um dos primeiros passos no caminho que conduz à abertura do chakra cardíaco e ao desenvolvimento de uma forma mais elevada de consciência. Os bloqueios neste chakra podem ser produzidos por uma incapacidade do indivíduo para manifestar o amor; todavia ainda mais importante é o facto de que a disfunção muitas vezes resulta de uma falta de interesse do indivíduo pela sua própria felicidade.

 

5º- Chakra - Garganta - Abrange a garganta, queixo, ouvidos, aparelho vocal, irradiando horizontalmente na zona da nuca. Está relacionado com as glândulas da tiróide e paratiróide, boca, cordas vocais, traqueias e vértebras cervicais. Existe ainda uma associação entre o chakra da garganta e o sistema nervoso para-simpático, que é originado no 10º nervo craniano, ou nervo vago, o qual deixa a base do cérebro e desce pelo pescoço para enervar o coração, pulmões e órgãos abdominais. A sua cor é o azul claro. Representa o elemento Éter. Associado à tomada de responsabilidade pelas nossas necessidades, comunicações e vontades pessoais. No nível físico e emocional as disfunções no chakra da garganta podem provocar problemas de comunicação. Os bloqueios deste chakra podem ocorrer em pessoas que não se expressam de forma criativa, ou que podem ter grande dificuldade para fazê-lo.

 

6° - Chakra - 3º Olho ou Frontal - Localizado no centro da testa entre as sobrancelhas, abrange os olhos, nariz, orelhas, irradiando horizontalmente a cabeça. Associado à glândula pineal, hipófise, medula espinhal, seios paranasais. As doenças causadas por disfunção no chakra da testa pode ter sido produzido pelo facto de o indivíduo não desejar ver algo que é importante para o crescimento de sua alma. Os problemas associados ou bloqueios energéticos neste chakra pode manifestar-se fisicamente na forma de doenças tais como:

Sinusites, cataratas e grandes desequilíbrios endócrinos, em virtude da ligação entre esse centro e a hipófise. A sua cor é o azul índigo. Associado à sua capacidade de visualizar e compreender conceitos mentais de realidade no Universo da pessoa, intuição e visão interior.

 

7° - Chakra - Coroa ou Coronal - Localizado no topo da cabeça. Abrange a glândula pineal, irradiando verticalmente a energia para o Cosmos. A sua cor é violeta, branco ou dourado. Associado a uma profunda busca interior e espiritual. A abertura do chakra da coroa permite que a pessoa penetre nos mais elevados estados de consciência. A activação consciente desse centro representa o estágio inicial de ascensão para com o estado de perfeição espiritual. A nível físico este chakra está ligado à actividade do córtex cerebral e ao funcionamento geral do sistema nervoso. Quando o chakra da coroa está aberto o sétimo centro é representado por uma polaridade energética entre a glândula pineal e os hemisférios cerebrais direito e esquerdo. Anormalidades no fluxo de energia deste chakra manifestam-se através de vários tipos de disfunções cerebrais incluindo psicoses.


Resumos:


Correspondências

Chakras  Nome  Corpo áurico  Mantra  Cor  Elemento  Nota Musical  Pétalas 
Raiz  Muladhara  Físico  LAM  Vermelho  Terra  Dó   4
Esplénico  Svadhisthana  Emocional  VAM  Laranja  Água  Ré 
Plexo Solar  Manipura  Mental  RAM  Amarelo  Fogo  Mi   10
Coronário  Anahata  Astral  YAM  Verde  Ar   Fá 12 
Garganta  Visuddha  Etérico  HAM  Azul claro  Éter  Sol  16 
3º Olho  Ajna  Celestial  OM  Azul índigo  Lá  96 
Coroa  Sahasra  Causal    Violeta, branco e dourado  Si  972 


Relações com as glândulas e orgãos


Chakras Funções Disfunções 
Raiz Supra-renais Insuficiência renal, coluna vertebral, ossos, dentes, intestino grosso, recto, próstata, anemia, tensão arterial baixa, problemas de circulação, tensão nervosa. 
Esplénico Glândulas sexuais Sistema reprodutor, bexiga, ancas, pernas, pés, nervo ciático, câibras, desordens menstruais. 
Plexo Solar Pancreáticas Baço, estômago, fígado, vesícula, intestino delgado, sistema nervoso, sentimento de inferioridade, insegurança e insónia, parte inferior das costas. 
Coronário Timo Coração, arritmias, sistema circulatório, brônquios, pele, tensão arterial alta, colesterol alto, pânico, incapacidade de amar, parte superior das costas. 
Garganta Tiróide Garganta, amígdalas, cordas vocais, constipações, dores de cabeça ( nuca), dentes, medo de fracasso, bruxismo (endurecimento dos maxilares).  
3º Olho Pituária Sistema nervoso central, olhos, ouvido, nariz, falta de raciocínio, drogas, alcool. 
Coroa Pineal Cérebro, insónia, enxaqueca, neurose, histeria, obcessão, possessão e materialismo. 


 Funções e disfunções

Chakras Funções Disfunções
Raiz Ligação com o mundo material, energia física  Raiva, impaciencia, materialismo, culpa, vergonha, vícios, violência, morte, dor. 
Esplénico Sexualidade Controlo, sujeição da sexualidade, rejeição, solidão, ressentimentos, vingança, ciúme, depressão, inveja. 
Plexo Solar Personalidade, vontade, acção, auto-estima, paz e harmonia Ansiedade, preocupação, indecisão, preconceito, negligência, desconfiança, mentira 
Coronário Amor incondicional, sistema imunitário Desilusão, pânico, depressão. 
Garganta Comunicação, criatividade, iniciativas, independência Fracasso, apatia, medo, insegurança, desespero, auto-reprovação, submissão. 
3º Olho Intuição, percepção extra-sensorial, raciocínio lógico Ganância, arrogância, tirania, rigidez, alienação. 
  CoroaLigação com energias superiores Neuroses, desorientação, irracionalidade, fobias, histerias, obcessão 


Voltar ao topo